Sofia TOLSTÓI ou Sofia Tolstaia: babá de um talento e agente do marido

Aline & Os Livros no Apoia-se:
https://apoia.se/videoaulasalineeoslivros

Conheça minha loja de cursos online:
https://www.alineeoslivros.com.br/loja

 

Estamos chegando ao fim da leitura maravilhosa do mês de janeiro. Apresento a vocês o panorama de vida de Sofia Tolstaia, esposa do grande escritor Liev Tolstói. Ela é a quinta esposa retratada por Alexandra Popoff, e é de longe a que atingiu maior proximidade com o leitor e maior profundidade como objeto de estudo! Isso se deve ao fato de que Popoff escreveu talvez a mais famosa biografia da esposa do autor de “Guerra e Paz”?

Creio que seja uma ótima razão, mas acrescento a isso a simpatia inspirada pelos diários e pela atitude da biografada! Sofia tem força, carisma e é tangível para nós que lemos a seu respeito. Impossível não se convencer de que ela foi a grande inspiradora das personagens, das heroínas dos romances de seu marido.

Sofia nasceu em 1844 em Moscou e era a segunda de 13 crianças. Seu pai era médico da corte e por isso a família vivia num apartamento no kremlin de Moscou. O pai era alemão e tratou de dar aos filhos uma educação luterana que primava pela luta pelo próprio sustento e pela atribuição de funções a todos os membros da família. As tarefas de Sofia giravam em torno dos afazeres domésticos, dos cuidados com os irmãos menores, além de auxiliar sua mãe.

Sofia não se interessava muito pelos estudos mas sempre foi muito determinada. Aos 16 anos, ela recebeu o diploma de preceptora depois de realizar exames externos da Universidade de Moscou, e surpreendeu escrevendo uma dissertação sobre música que recebeu o primeiro lugar.

A intelectual da família era Lisa, a irmã mais velha. Tolstoi entrou na vida da família muito antes do casamento com Sofia. Ele era amigo dos pais dela, em especial de sua mãe Liubov Alexandrovna Islavin, com quem teve um leve flerte na juventude de ambos.

Tolstói frequentava a casa de Sofia mas tinha um vínculo intelectual muito forte com Lisa, por isso, a família esperava que em pouco tempo ele pediria a mão da primogênita em casamento. Mas ninguém sabia que Tolstói já havia intimamente escolhido Sofia por quem sentia uma enorme atração. Numa das visitas à Iasnaia Poliana, ele e Sofia se aproximaram e no retorno a Moscou ele fez o pedido. Depois de ouvir o “sim”mas antes da cerimônia, Tolstói entregou à futura esposa seu diário e através desse material Sofia conheceu as aventuras sexuais do noivo, as doenças venéreas que ele contraíra e soube ainda de um filho nascido de uma relação com uma camponesa. Sofia se decepcionou um pouco com aquelas revelações mas não mudou sua decisão. Tolstói insistiu para que o casamento ocorresse dali a uma semana e logo após a cerimônia quis partir com a esposa para Iásnaia Poliana em uma carruagem dormitório, comprada especialmente para a ocasião. E nessa carruagem o casamento foi consumado de forma abrupta, segundo relato de Sofia no seu diário…

Quer saber mais dessa história?

Então aperta o play do vídeo e aproveite!

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *