Ler é ter o mundo nas mãos!
Cartas a Théo, Vincent Van Gogh

Vincent Van Gogh, Cartas a Théo   Adiei ao máximo o início da leitura do livro, adiei e adiei sempre lendo outros textos antes de começar mas na verdade eu estava com medo de começar o ano numa decaída! Estava com medo de entrar em uma leitura fúnebre e angustiante rótulo que eu estava dando às cartas de Van Gogh a seu irmão Theo e me surpreeendi com o início do livro, pois Van Gogh trata de amenidades. As primeiras cartas são conselhos sobre em quais artistas Theo deveria prestar atenção e quais livros deveria ler. São cartas de um irmão mais velho dando conselhos ao irmãozinho. Já fiz um vídeo aqui pro canal, vou deixar o link aqui em cima, em que eu falo um pouco sobre os aspectos principais da vida do Vam GoGh, enfatizei mais o período turbulento. Mas hoje gostaria de complementar essas informações com outras que pertencem a um período anterior e mais plácido da vida de Vincent. Vincent nasceu em 1853, em Groot Zundert, o filho mais velho de 6. Seu sobrenome fez um marco na história dos burgueses eminentes desde o século XVI. Muitos de seus parentes eram comerciantes de arte e apaixonados por…